quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A um amigo

Há muito conheci um garoto
Alegre, amigo, engraçado
Fizesse sol ou chuva
estava sempre ao meu lado

Hoje este garoto é um homem
Ainda alegre porém um pouco Casmurro
Talvez um pouco amargurado
Pois sua Capitu está do outro lado do mundo

Mas que mundo seria esse
Se não houvessem amigos como tu
Faça chuva, faça sol, ainda estão presentes
Amigo, abrigo, infinitas ruínas do Peru


E como seria a vida
se não houvessem esses amigos cafajestes
Tomando uma cerveja e rindo da própria miséria
Para que talvez nos esqueçamos um pouco das mulheres.