segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Cirã da Baianinha

Quem se cansa desse mundo,
onde só tem bailarina?
Não têm ameba, coceira tampouco escarlatina...
...todo mundo tem, menos bailarina

Não sabe se é menina, se é mulher
não sabe quem é, o que quer
Não sua, não tem frieira nem chulé

Mas ficar na ponta do pé ela fica.
Fica, bailarina!


Nenhum comentário:

Postar um comentário