segunda-feira, 27 de abril de 2015

Ei baby


Você, menininha bonitinha,

és gatinha, uma gracinha

E pra provar que te gosto e que é minha

Deixo claro que meu negócio é fazer rima engraçadinha

 

Mesmo você sendo chorona, cagona

Escrota, escroque, esperta e mandona

Lambona, pidona, piegas e babona

Acho bem da hora e te acho uma super gostosona

 

Não se assuste e não me leva a mal se puder,

Não sou um machista boçal, sou apenas um cara qualquer que sabe o que quer

Sou bom moço e um cara legal, sem querer me autopromover

Honestamente, o que eu quero mesmo é

 

Você, menininho bonitinho,

és gatinho, um chuchuzinho,

E pra provar que te gosto e que tá facinho

Lhe confesso que te ganho só fazendo biquinho

 

Mesmo você sendo chorão, cagão

Escroto, escroque, esperto e mandão

Lambão, pidão, piegas e babão

Acho bem da hora e te acho um super gostosão

 

Não se acanhe e não me leva a mal se puder,

Não sou uma maluca sentimental, sou só uma garota qualquer que tem o que quer

Sou menina de família, uma moça legal, sem querer me comprometer

Sinceramente, o que eu quero mesmo é

 

Focê

sábado, 25 de abril de 2015

Amor de praia


Animosidade acalorada entre namorados no bar da Enseada:

 “Ronaldo, você é um filho da puta,

ordinário e canalha.

Comeu logo a Samira, minha melhor amiga!

Vai pro inferno, não adianta... Não quero mais nada.”

 O bar para, olha e cala. O cara sua frio e responde na lata:
“Mas ela não é sua melhor amiga, Renata.”

 
A noite acabou previsível, com direito a cerveja, porções de risadas e tapas.